The Facts About Breast Cancer

Outubro é o Mês de Conscientização sobre o Câncer de Mama, e isso significa que é hora de se informar sobre essa doença que afeta tantas mulheres. O câncer de mama é o câncer mais comum entre as mulheres e estima-se que 1 em cada 8 mulheres desenvolverá câncer de mama durante a vida. Embora o cancro da mama possa ser um diagnóstico assustador, a boa notícia é que existem mais tratamentos e recursos disponíveis do que nunca. Então, vamos dar uma olhada em alguns fatos sobre o câncer de mama.

O que causa o câncer de mama?

Sadly, there isn’t a definitive answer to this question. No entanto, existem certos factores de risco que podem aumentar a probabilidade de uma mulher desenvolver cancro da mama. Isso inclui coisas como idade (o câncer de mama é mais comum em mulheres com mais de 50 anos), histórico familiar (se você tem parentes próximos que tiveram câncer de mama, você pode estar em maior risco) e escolhas de estilo de vida (tabagismo e consumo excessivo de álcool podem aumentar seu risco). No entanto, é importante lembrar que ter algum ou todos esses fatores de risco não significa que você definitivamente terá câncer de mama. Na verdade, a grande maioria das mulheres que desenvolvem câncer de mama não apresenta nenhum desses fatores de risco. Portanto, mesmo que você tenha risco aumentado de desenvolver câncer de mama, lembre-se de que isso não é uma sentença de morte. Existem muitos tratamentos disponíveis e, com detecção precoce, as chances de sobrevivência são muito altas.

Sintomas de câncer de mama

O sintoma mais comum do câncer de mama é um nódulo ou massa no tecido mamário. No entanto, lembre-se de que nem todos os caroços ou massas são indicativos de câncer. Na verdade, a maioria dos caroços ou massas são benignos (não cancerosos). No entanto, se você notar alguma alteração em seus seios, é sempre melhor consultar um médico para que ele possa determinar se o nódulo ou massa é motivo de preocupação ou não. Outros sintomas do câncer de mama podem incluir alterações no tamanho ou formato das mamas, secreção nos mamilos e alterações na pele das mamas, como vermelhidão ou descamação.
Opções de detecção e tratamento
Existem duas maneiras principais de detectar o câncer de mama: mamografias de rastreamento e mamografias diagnósticas.

As mamografias de rastreamento geralmente são feitas em mulheres saudáveis, sem sintomas de câncer de mama, a fim de detectar quaisquer sinais precoces da doença.

As mamografias diagnósticas são feitas em mulheres que apresentam sintomas de câncer de mama para determinar se elas realmente têm ou não a doença.

Se o câncer de mama for detectado através de qualquer tipo de mamografia, existem várias opções de tratamento disponíveis, dependendo do estágio da doença. Isso inclui cirurgia (mastectomia ou mastectomia), radioterapia, quimioterapia, terapia hormonal e terapia direcionada.

O Mês de Conscientização sobre o Câncer de Mama é um ótimo momento para aprender mais sobre essa doença que afeta tantas mulheres.

Embora possa ser assustador, lembre-se de que existem mais opções e recursos de tratamento disponíveis do que nunca. Se você tiver algum sintoma de câncer de mama, não hesite em consultar um médico para que ele possa determinar se você precisa ou não de mais exames.

About The Author

Leave a Comment

Scroll to Top